Pesquisar os Motivos de Orgulho

quarta-feira, 28 de março de 2012

Motivo de orgulho (LIVKONTROL, iPad, Nuno Santos, Ableton Live)


Nuno Santos, DJ e engenheiro informático, apresentou a sua criação: o mais simples e eficaz controlador remoto para o Ableton Live de todos os tempos, o LIVKONTROL para iPad, um produto cem por cento nacional.
http://itunes.apple.com/us/app/livkontrol/id482981243?ls=1&mt=8

sexta-feira, 16 de março de 2012

Motivo de orgulho (Nutri Ventures, animação infantil)


Dois portugueses preparam-se para lançar uma série de animação infantil avaliada em 7,5 milhões de euros. Em 2010, Rui Miranda e Rodrigo Carvalho decidiram ignorar as notícias da crise e criaram a empresa Nutri Ventures, que emprega 70 pessoas.
Rodrigo Carvalho formou-se em engenharia aeroespacial e Rui Miranda em gestão, mas hoje apresentam-se como "contadores de histórias" e estão à frente do maior projecto de animação feito em Portugal.
Com um orçamento total de 7,5 milhões de euros, perceberam que era preciso ter "massa critica para ter sucesso" e por isso fizeram parcerias "com a Organização Mundial de Saúde, com os ministérios da Educação e da Saúde e com associações de nutricionistas de vários países", conta.

O pré-lançamento da série Nutri Ventures vai acontecer no sábado, no Cinema São Jorge, em Lisboa. Mas dentro de pouco tempo estará em vários pontos do mundo. Em Outubro, os heróis e vilões destas aventuras vão entrar nas casas de miúdos brasileiros, húngaros, polacos e israelitas e estão a decorrer as negociações para que ainda em 2012 chegue ao Reino Unido, Itália, México e China.

segunda-feira, 5 de março de 2012

Motivo de orgulho ("Lágrimas de um palhaço", Cláudio Sá, Cannes)


O filme de animação "Lágrimas de um Palhaço", de Cláudio Sá, foi selecionado para "Cannes Court Métrage - Short Film Corner" e vai estar em destaque na 65ª edição do Festival de Cannes.

"Lágrimas de um Palhaço" é uma curta-metragem com seis minutos produzida pela Filmógrafo, com co-produção do Cineclube de Avanca e "A Pequena Túlipa".  No que respeita à banda sonora, a película portuguesa tem música de António Neves, Zack Hemsey e Moby.